Programa do IRPF será liberado na segunda; envio da declaração começa no dia 1º

O prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) começa no próximo dia 1º e vai até o dia 30 de abril deste ano. O programa de preenchimento da declaração estará disponível na próxima segunda-feira (26).

Estão obrigados a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis em 2017, em valores superiores a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima R$ 142.798,50.

Novidades deste ano

O painel inicial do sistema terá informações das fichas que poderão ser mais relevantes para o contribuinte durante o preenchimento da declaração.

Neste ano, será obrigatória a apresentação do CPF para dependentes a partir de 8 anos, completados até o dia 31 de dezembro de 2017.

Na declaração de bens, serão incluídos campos para informações complementares, como números e registros, localização e número do Registro Nacional de Veículo (Renavam).

Também será incluída a informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo da apuração do imposto.

Outra mudança é a possibilidade de impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf) para pagamento de todas as quotas do imposto, inclusive as que estão em atraso.

Nordeste já conta com monitoramento piloto para as secas

Nordeste já dispõe do Monitor de Secas para acompanhar o ciclo de estiagem e melhorar a política e a gestão dos problemas decorrentes da falta de chuva. Foto: Alfeu Tavares/Folha de Pernambuco

A Região Nordeste conta com o Monitor de Secas para acompanhar o ciclo de estiagem e melhorar a política e a gestão dos problemas decorrentes da escassez de chuva. O objetivo do Monitor é integrar o conhecimento técnico e científico já existente em diferentes instituições estaduais e federais e estabelecer diferentes graus de severidades da estiagem, permitindo acompanhar a evolução temporal e espacial. As informações são atualizadas mensalmente. O modelo foi baseado no Monitor de Secas dos Estados Unidos, desenvolvido pelo Centro Nacional de Mitigação de Secas dos EUA (NDMC).

O modelo de acompanhamento facilita a tradução das informações em ferramentas e produtos para serem utilizados por instituições tomadoras de decisão e indivíduos, de modo a fortalecer os mecanismos de monitoramento, previsão e alerta precoce. Além disso, é uma maneira de consolidar em um mesmo lugar e com uma mesma linguagem as diferentes informações sobre seca na região, que sempre tiveram espalhadas em órgãos diferentes, usando indicadores diversos. “Não havia muita possibilidade de integração das informações e compartilhamento dos dados”, recorda Ana Paula Fiorezi, superintendente adjunta de Operações e Eventos Críticos da Agência Nacional de Águas (ANA).

Na verdade, o que o equipamento faz é sistematizar o processo com uma metodologia bastante simples: usar indicadores de secas que são consagradas em nível mundial e classificar a seca em classes de severidade. “Vai de situação sem seca ou de seca moderada até seca excepcional. Uma vez por mês são elaborados mapas que permitem uma comparação da evolução da seca na região”, explica a representante da agência.

Com o Monitor, é possível saber quais regiões estão sendo mais afetadas e conseguir traçar uma tendência de evolução dessa seca. “A resposta à seca não depende só da severidade do evento naquele determinado momento, mas de um acumulado de históricos porque uma coisa é você ter uma seca severa que persistia dois meses e outra que persistia há alguns anos”, complementa Ana Paula Fioreze.

Ela explica ainda que quando o cidadão entra nesse mapa consegue visualizar as informações não somente por estados. “Não é uma instituição só que faz isso e privilegia a participação de todas as instituições estaduais. São três estados que fazem o revezamento na autoria: Bahia, com o Inema – Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia; Pernambuco com a Apac – Agência Pernambucana de Águas e Clima e o Ceará com a Funceme – Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos”, ressalta. Eles usam dados que estão disponíveis em diferentes locais e consolidam as informações. Todos os estados participam de um processo de validação pegando os mapas e verificando com as pessoas que atuam no campo se aquilo corresponde a realidade ou não.

As informações sobre seca dificilmente são conseguidas em tempo real. A periodicidade que se consegue por enquanto é mensal. “Na verdade é um instrumento utilizado mais pelos órgãos gestores de recursos hídricos. Mas vários estados e o Ministério da Integração, também em algumas ações, usam para confirmar situação de emergência ou de calamidade e para se planejar para resposta, como por exemplo a carros-pipas ou outros socorros”, reforça a superintendente da ANA.

O sistema é um instrumento de monitoramento e não de prognóstico. Por enquanto, está centralizado no Nordeste. Desde janeiro de 2017, o equipamento passou a ser coordenado pela Agência Nacional de Águas e um dos objetivos é expandir esse monitoramento para todo o país em cinco anos.

Ana Paula Fioreze lembra que população pode acessar todos os mapas e os indicadores do Monitor, além dos resultados finais, que são sempre disponibilizados no 15º dia do mês subsequente. Há também o aplicativo, disponível para IOS e Android, onde podem ser baixados os indicadores que vêm sempre com uma narrativa do mês anterior. O endereço é: monitordesecas.ana.gov.br

Sicoob Pernambuco sorteou 4 motos nesta sexta (23)

O sorteio das 4 motos aconteceu no Centro Administrativo do Sicoob, em São José do Egito. Fotos: Marcello Patriota

O Sicoob Pernambuco realizou na manhã desta sexta (23) o sorteio da campanha Sorte em Dobro. O evento aconteceu no auditório do Centro Administrativo da cooperativa de crédito, em São José do Egito. O objeto da promoção era premiar cooperados que compram usando a função crédito do cartão Sicoobcard e aqueles que utilizam em suas empresas a maquininha Sipag nas funções crédito e débito.

Com as presenças do presidente do Conselho de Administração do Sicoob Pernambuco Evaldo Campos, da diretora-presidente Aguinalda Feitosa, da gerente de negócios Aline Araújo, da gerente administrativa Rosana Almeida, da responsável pelo setor de produtos Lisandra Lucena e de membros do Conselho Fiscal Clodoaldo Lopes e Robério Viana, além de diversos outros colaboradores e cooperados, foram sorteadas quatro motos 0 Km.

Após a abertura oficial com Evaldo Campos foi dado início aos sorteios que nesta edição aconteceram de forma eletrônica com projeção para que todos pudessem acompanhar.

Por regra, poderiam participar cooperados que comprassem utilizando o Sicoobcard. A cada R$ 100,00 (cem reais) em compras na função crédito foi gerado automaticamente um número para o sorteio. Duas motos foram para essa modalidade.

Também foram sorteadas mais duas motos, entretanto para estabelecimentos cooperados que utilizam a maquininha Sipag. A casa R$ 1.000,00 (mil reais) em vendas nas funções crédito ou débito era gerado um número para o sorteio.

 

Sorteados

 

Categoria Sicoobcard:

– 01 Moto Honda CG Start 160: Felicita Embalagens Ltda ME, cooperada do Sicoob Santa Cruz do Capibaribe

– 01 moto Honda CG 125 Fan: Maria Rubia Cabral Leitão ME, cooperada do Sicoob São José do Egito

 

Categoria Sipag

– 01 Moto Honda CG Start 160: Auto Posto Entre Amigos, cooperado do Sicoob Itapetim

– 01 moto Honda CG 125 Fan: Ana Maria Xavier da Rocha EPP, cooperada do Sicoob Santa Cruz do Capibaribe

 

A campanha foi iniciada em 1º de novembro de 2017 e se estendeu até 31 de janeiro de 2018.

Jornalista Geraldo Palmeira, presidente do Conselho de Administração do Sicoob Pernambuco Evaldo Campos e a diretora-presidente Aguinalda Feitosa, durante o sorteio da campanha Sorte em Dobro

SJE: Comissão de Inquérito que investigará denúncias contra gestão de Evandro Valadares inicia trabalhos

Alberto de Zé Loló, Rona Leite e David Teixeira integram a comissão de inquérito contra gestão Evandro Valadares

Reuniram-se nesta sexta (23) os integrantes da Comissão Especial de Inquérito (CEI) – da Câmara de Vereadores de São José do Egito, que vai apurar denúncias contra a gestão do prefeito Evandro Valadares (PSB).

Os vereadores Alberto de Zé Loló (PT), Rona Leite (PT) e David Teixeira (PR), respectivamente presidente, relator e membro da CEI estiveram reunidos para elaboração da ata de instalação e início dos trabalhos.

Esse primeiro momento teve como deliberação dar ciência às autoridades constituídas (MPF, MPE, juiz local, TCE, ao próprio prefeito, entre outros) do início das atividades da comissão.

As reuniões da CEI devem acontecer todas às sextas a partir da 10h.

Rotary Club de São José do Egito empossa novos sócios e homenageia profissionais de diversas áreas

O Rotary Club de São José do Egito vai completar 50 anos em 2018. Foto: Erbi Andrade

O Rotary Clube de São José do Egito, interior de Pernambuco, comemorando o dia nacional do Rotary no Brasil e o aniversário de Rotary Internacional, lembrado em 23 de Fevereiro, empossou 4 novos sócios e homenageou 3 profissionais de áreas diversas na noite dessa quinta(22) em sua sede local.

Foram homenageados o promotor de Justiça de São José do Egito Adriano Camargo, o agente da Empresa de Correios de Telégrafos José Jailson e a bancária Soraya de Deus, todos pelos relevantes serviços prestados a comunidade egipciense ao longo de muito tempo.

Também foram empossados mais 4 novos rotarianos que voltaram ao clube para prestar seus relevantes serviços, no ano em que o RC de São José do Egito completa seus 50 anos; Elimar Lopes, Edileuza Vasconcelos, Maria de Lourdes e Maria José de Lira.

 

Blog do Erbi

Ganhe o Mundo Esportivo divulga nova turma com aumento de número de contemplados

Neste ano, 25 alunos-atletas vão participar do intercâmbio educacional e esportivo

Uma nova turma do Programa Ganhe o Mundo Esportivo (PGME) está formada. Na tarde da última sexta-feira (23), foi divulgada a lista final dos contemplados pelo programa, que chega a sua quarta edição neste ano. Vinte e cinco alunos-atletas terão a oportunidade de realizar um intercâmbio educacional e esportivo no segundo semestre deste ano, número que representa a maior quantidade de participantes em uma só edição do PGME. A lista completa pode ser conferida no site www.setur.pe.gov.br.

A novidade do Ganhe o Mundo Esportivo desta temporada vem justamente do aumento do número de contemplados. Nos dois últimos anos, 20 estudantes passaram pela experiência de estudar e treinar nos principais centros de referência no Exterior. “Tivemos um aumento de 25% nas vagas para este ano e queremos evoluir mais ainda. A cada ano temos relatos de jovens transformados com essa experiência e isso nos motiva a buscar o crescimento do programa, que começou enviando há quatro anos 11 alunos-atletas. Em 2018 vamos enviar 25 adolescentes, mas estamos visando expandir esse horizonte para ampliar a possibilidade desse intercâmbio tão importante”, analisou o secretário executivo de esportes e lazer de Pernambuco, Diego Pérez.

Detalhes

Os contemplados do PGME deste ano vêm de 5 modalidades diferentes e de 12 municípios do Estado. O programa oferece um período de dois meses de estudo e treinamento em centros de excelência em educação e alto rendimento esportivo fora do Brasil. O embarque está previsto para julho deste ano.

Números

Atletas
16 do Atletismo
5 da Luta Olímpica
2 do Karatê
1 da Natação
1 do Ciclismo

Cidades
4 atletas do Recife
4 de Ipubi
3 de Garanhuns
3 de Petrolina
2 de Jaboatão dos Guararapes
2 de Surubim
2 de Pesqueira
Outras cidades contempladas: Arcoverde, Orocó, Ibimirim, Afogados da Ingazeira, Gravatá

 

Os contemplados

Maria Lucineida da Silva – 16 anos – Atletismo – EREM Profª Margarida de Lima Falcão – Pesqueira

Romero Vinícius Gomes – 15 anos – Atletismo – EREM Jacob Antônio de Oliveira – Orocó
Suelen Maria da Silva – 16 anos – Atletismo – Escola Saturnino de Brito – Jaboatão dos Guararapes
Rafael Soares Espíndola – 15 anos – Atletismo – Escola Monsenhor José Kehrle – Arcoverde
Vitória Janiny de Sá Reis – 16 anos – Atletismo – Escola Estadual Padre Luiz Cassiano – Petrolina
Renan Thiago de Miranda Lopes – 16 anos – Atletismo – Colégio da Polícia Militar de Pernambuco – Petrolina
Edvanilson de Bento Machado – 15 anos – Atletismo – Escola Joaquim Eugênio Silva –  Ipubi
Nayza Ferreira da Silva – 16 anos – Atletismo – EREM Santos Dumont – Recife
Yara Thaísa de Jesus Silva – 15 anos – Atletismo –  EREM Otacílio Nunes de Souza – Petrolina
Sabrina de Carvalho dos Santos – 15 anos – Atletismo – Escola Joaquim Eugênio Silva – Ipubi
Beatriz Lima dos Santos – 14 anos – Atletismo – Escola Inocêncio Correia de Lima – Ibimirim
Genival Guilherme Marciano da Silva Bento – 16 anos – Atletismo – EREM Professora Helena Pugó – Recife
José Darlan Souza de Lima – 15 anos – Atletismo – Escola Profº Arruda Marinho – Pesqueira
Antônio Pedro do Nascimento Neto – 14 anos – Atletismo – EREM Profª Ione de Góes Barros – Arcoverde
Francisco Emerson dos Santos Batista – 14 anos – Atletismo – Escola Joaquim Eugênio Silva –  Ipubi
Francisco Rodrigo do Nascimento – 15 anos – Atletismo – Escola Estadual Genifa Felisbela Nobre – Ipubi
Aynoan Raquel da Silva Brito – 14 anos – Ciclismo – EREM Profº Antônio Farias – Gravatá
Daphyne Silva Azevedo – 15 anos – Karatê – Escola Ana Faustina – Surubim
Adriely Santos da Silva – 16 anos – Karatê – EREM Severino Farias – Surubim
Manoela Lopes dos Santos – 14 anos – Luta Olímpica – Escola Professora Elisa Coelho – Garanhuns
Emanoel Lopes dos Santos – 16 anos – Luta Olímpica – Escola Professora Elisa Coelho – Garanhuns
Klívia Letícia Rodrigues de Oliveira Ramos – 15 anos – Luta Olímpica – Escola Instituto Presbiteriano de Heliópolis – Garanhuns
Rayanne Cavalcanti da Silva – 14 anos – Luta Olímpica – Escola Profº José Vicente Barbosa – Recife
Deyvson Fernando Araújo de Souza – 17 anos – Luta Olímpica – Escola Rotary Alto do Pascoal – Recife
Melquizia Fernandes Neri da Silva – 14 anos – Natação – Escola Alto dos Guararapes –  Jaboatão dos Guararapes

Critérios

Os critérios gerais para os estudantes selecionados foram: ter 14 e 17 anos , ser matriculado em uma escola da rede estadual de ensino, possuir média anual mínima de 6,0 nas disciplinas português e matemática, ser beneficiado pelo Bolsa Atleta Estadual ou nos últimos 12 meses ter obtido os melhores resultados esportivos em sua modalidade olímpica individual (resultado referendado pela respectiva Confederação da modalidade) e/ou ter obtido na fase estadual o título de campeão dos Jogos Escolares de Pernambuco (JEPs).

Aneel mantém bandeira tarifária verde para as contas de luz em março

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou hoje (23) que a bandeira tarifária de março continuará na cor verde, o que significa que não haverá cobrança extra nas contas de luz. Com isso, nos três primeiros meses do ano, não terá havido cobrança adicional nas contas de energia.

Em janeiro, a bandeira já havia ficado na cor verde. Em fevereiro a Aneel decidiu manter a tarifa no mesmo patamar. A manutenção dela em março significa que a situação nos reservatórios das hidrelétricas continua a melhorar, devido à volta das chuvas.

Nos últimos meses de 2017, por causa do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, houve cobrança extra nas contas de luz via bandeira tarifária. Isso ocorre para arrecadar recursos necessários para cobrir custos extras com a produção de energia mais cara, gerada por termelétricas.

Em outubro e novembro vigorou a bandeira vermelha no patamar 2, a mais alta prevista pela agência. Em outubro, o acréscimo foi de R$ 3,50 a cada 100 kWh consumidos no mês. Em novembro, como a Aneel antecipou a revisão dos valores que seriam aplicados a partir de janeiro de 2018, o valor adicional passou para R$ 5,00 a cada 100 kWh.

Já em dezembro, em razão do início do período chuvoso, a agência reguladora determinou a cobrança da bandeira vermelha, mas no patamar 1, com cobrança extra de R$ 3,00 a cada 100 kWh.

Estudantes desenvolvem ferramenta inovadora para aposentados e pensionistas do Estado

Trata-se de uma ferramenta de geração de ideias, desenvolvida por universitários durante o Summer Job, que poderá ajudar os aposentados a solucionar dificuldades do cotidiano

Os beneficiários do Programa Vida Ativa da Fundação de Aposentadorias e Pensões do Estado de Pernambuco (Funape) agora contam com o Bulir, uma ferramenta de geração de ideias, que poderá ajudá-los a solucionar problemas do seu cotidiano. O Bulir foi criado no Summer Job, um projeto do Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife (CESAR), por estudantes universitários, que, durante seis semanas, ficaram imersos no projeto patrocinado pela Funape.

 “Você já pensou como será sua segunda-feira, após a aposentadoria?”, perguntou  para a plateia a estudante de Administração da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), Laíza Amorim, integrante do grupo que criou o Bulir. Os participantes foram pegos de surpresa e ficaram atentos ao que ali começava a ser pensado para uma geração que nasceu, cresceu e se aposentou sem intimidade com os avanços da tecnologia.

O pacto intergeracional entre estudantes e beneficiários do Programa Vida Ativa e do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) do Estado de Pernambuco, além de criar um instrumento para auxiliar na solução dos problemas dos idosos, provocou um aprofundamento no sentimento desses jovens na relação com os obstáculos enfrentados por essas pessoas no seu dia a dia sem o conhecimento tecnológico.

“Nós nos colocamos no lugar deles, para pensarmos no que poderia ser mais útil para facilitar as suas vidas”, explicou a estudante em Designer, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Jéssica Lima. “No Bulir, os idosos serão os principais geradores de suas soluções, proporcionando seu empoderamento e tornando-os agentes ativos de todo o processo. Isso leva a uma maior aceitação dos produtos pensados pelos seus consumidores, quando colocados no mercado”, justificou.

Na outra ponta, a policial aposentada Rosemary Guilherme reafirma a necessidade dos idosos serem protagonistas da sua própria história. “Nós queremos nos empoderar. Ser independentes e resolver nossos problemas sem ter que ocupar filhos, familiares e outras pessoas”. Para o professor aposentado Marcos Nascimento, integrante do Programa Vida Ativa, “o processo de estudo no Summer Job identificou como cada um tem sua forma de ver a tecnologia. “Eu, por exemplo, uso por necessidade. Pago contas, faço pesquisa e curso à distância. Então preciso estar sempre acompanhando os avanços da tecnologia”.

“O que a gente busca é fazer a inclusão tecnológica, porque a falta dela acaba desperdiçando oportunidades e, por isso, surgiu a ideia da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI), juntamente com a Funape, de contratar o CESAR para realizar esse projeto. Os estudantes foram mais fundo na questão, não se limitando apenas à inclusão tecnológica. O Bulir vai promover um processo de aprendizagem multiplicador, viabilizando soluções para inúmeros problemas da Terceira Idade. Um idoso vai ensinar ao outro. Estou muito satisfeita com o resultado”, afirmou a presidente da Funape, Tatiana Nóbrega.

A Funape e a ATI irão se debruçar em estudos relacionados à inclusão tecnológica da pessoa idosa com a aplicação da ferramenta Bulir.  A Funape é vinculada à Secretaria de Administração (SAD).

Se intervenção no Rio não der certo, governo não deu certo, afirma Temer

O presidente Michel Temer disse hoje (23) que se a intervenção federal na segurança pública no Rio de Janeiro não der certo, o governo não deu certo.

“Se não der certo, não deu certo o governo, porque o comandante supremo das Forças Armadas é o presidente da República. De modo que as Forças Armadas nada mais fizeram do que obedecer o comando do seu comandante supremo. Se não der certo, foi o governo que errou, não foram as Forças Armadas”, disse em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Intervenção total

Na entrevista, Temer disse que o governo federal chegou a cogitar uma intervenção total no Rio de Janeiro. Mas, segundo o presidente, a uma medida era “muito radical” e, por isso, foi descartada.

Temer explicou que em uma intervenção total o governador pode ser afastado. Ele foi questionado pelo jornalista José Luiz Datena se isso foi cogitado. “Claro, foi cogitado num primeiro momento, mas logo afastei a ideia por que seria uma coisa muito radical, e logo refutei. E refutando ficamos com a conclusão de que deveríamos intervir na área da segurança pública e no sistema penitenciário”.

Temer disse que ele e ministros conversaram com o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, que concordou com a intervenção na área de segurança pública. O presidente destacou que não se trata de uma intervenção militar, mas sim civil. “É uma intervenção civil, administrativa, com a presença dos militares”.

Temer disse ter “absoluta convicção” de que a intervenção “dará certo”. “É um jogo de alto risco, mas é um jogo necessário”.

Fim eleitoral

Temer negou que a intervenção  tenha pretensões eleitorais. “É uma jogada de mestre, mas não é eleitoral”, disse.

Eleição 2018

Questionado diretamente se pretende ser candidato à reeleição no pleito de outubro, Temer negou. “Não. Tenho dito reiteradamente, em política, as circunstâncias é que ditam a conduta e as circunstâncias atuais ditam a minha conduta. Eu não sou candidato”.

Criação de imposto

Perguntado se haverá a criação de um imposto para financiar a área de segurança pública, Temer negou. “Não haverá imposto nenhum sobre segurança. Não há essa intenção no governo. Isso já foi declarado pelos nossos ministros e agora declaro publicamente”.

Reforma da Previdência

Temer reforçou a necessidade da aprovação da reforma da Previdência para o equilíbrio das contas públicas e disse que o tema saiu da pauta legislativa, mas não da pauta política do país.

“Não haverá candidato à presidente da República, a governador, senador, deputado federal que não vai ser questionado sobre sua posição em relação à Previdência”. No último dia 19, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, afastou a possibilidade de votação da reforma da Previdência enquanto durar a intervenção federal na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. O decreto de intervenção prevê que a medida dure até o dia 31 de dezembro de 2018.