Mega-Sena acumula e deve pagar prêmio de R$ 17 milhões nesta quinta

Imagem ilustrativa

O concurso especial da Mega-Sena, sorteio realizado nessa terça-feira (18), que pagaria R$ 5 milhões, ninguém acertou o prêmio principal. As dezenas sorteadas foram: 01 – 02 – 14 – 37 – 55 – 58.

Para o próximo concurso, que será realizado nesta quinta-feira (20), a estimativa da Caixa é de um prêmio de R$ 17 milhões.

A Quina teve 43 acertadores, cada um vai receber de R$ 43.305,35. A quadra registrou 1.681 apostas vencedoras, cada uma vai pagar R$ 846,45.

Esta semana, excepcionalmente, serão realizados três concursos, por causa da Mega Semana do Apostador. Além do sorteio de ontem e o de amanhã, teremos ainda outro no sábado (22).

Tradicionalmente, os sorteios são feitos na quarta-feira e no sábado. A aposta simples da Mega-Sena, com apenas seis dezenas, custa R$ 3,50.

Sebastião Oliveira reforça compromisso com os trabalhadores, a ética e a democracia

Sebastião Oliveira em Ferreiros, na Zona da Mata Norte

“Desafio alguém encontrar um processo contra mim em qualquer instância da justiça brasileira. Tenho 16 anos de vida pública e posso dizer com orgulho que sou ficha limpa”. Foram com essas palavras que o deputado federal e candidato à reeleição Sebastião Oliveira abriu o seu bate-papo com a população do município de Ferreiros, na Mata Norte pernambucana, na noite desta terça-feira (18).

Além de apresentar o seu trabalho e ouvir propostas, Sebastião ressaltou que o seu segundo mandato, em Brasília, continuará defendendo as bandeiras da democracia e dos trabalhadores. “Fui e serei contra todo tipo de projeto que retire direitos da classe trabalhadora. Não apoiei o golpe contra Dilma, pois sempre defenderei a vontade do povo, que é soberana e se manifesta por meio do voto”, destacou Sebá.

Diante de uma plateia numerosa e atenta, Sebastião Oliveira assumiu o compromisso de, nos próximos anos, transformar projetos em ações. “O povo de Ferreiros pode cobrar no futuro. Vamos realizar nesta cidade  obras que realmente irão melhorar a vida das pessoas. A minha principal missão por todos os lugares que passei é trabalhar pelos que mais necessitam”, frisou o presidente estadual do PR.

Em Ferreiros, Sebastião Oliveira tem o apoio do grupo político de Zé Roberto, que conta com os vereadores Júnior do Canto, Davi, Gil e Tarcísio, além do candidato a deputado estadual Gustavo Gouveia.

Lojas devem exibir cartazes sobre proibição de valor mínimo para compra com cartão

Estabelecimentos devem expor a mensagem: “É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços exigir do consumidor valor mínimo para pagamento com cartão de crédito ou débito”. Foto: Breno Laprovítera/Alepe

Já tentou pagar por um produto usando cartão e se deparou com uma recusa da loja, que considerou o valor baixo? Apesar de proibida há quase dez anos, a situação ainda é comum. Para divulgar e garantir esse direito, já está em vigor a Lei Estadual nº 16.318/2018, de autoria da deputada Simone Santana (PSB). A norma determina que os estabelecimentos comerciais devem informar ao consumidor sobre a proibição por meio de cartazes.

A advogada Deborah Mendes recorda-se de várias situações em que não conseguiu realizar compras sob a justificativa de que não atingia o valor mínimo para pagamento no cartão. Ela ficou feliz ao saber da novidade. “A exigência do cartaz é mais uma ferramenta para que o consumidor faça valer seus direitos”, acredita. “Também traz conhecimento para quem não sabia da lei que proíbe a recusa.”

No entanto, a jovem sugere que haja vigilância no sentido de garantir o cumprimento das determinações. “Avisar é importante, porém, se não tem fiscalização, então não haverá exigibilidade. Pode se tornar uma lei vazia”, argumentou Deborah.

Limitar pagamentos com cartão a um valor mínimo é proibido em Pernambuco desde 2008 pela Lei Estadual nº 13.678, que foi modificada pela nova matéria. A norma é de iniciativa da deputada Teresa Leitão (PT), que situa o texto original no âmbito do Direito do Consumidor. “Não é ético, nas relações comerciais, induzir o cidadão a gastar mais do que ele gostaria”, pontua a parlamentar.

Por sua vez, Simone Santana explica a motivação para a exigência dos cartazes nos estabelecimentos comerciais. “Propusemos essa mudança por entendermos que a proibição merecia um reforço na divulgação, de modo que todos os consumidores pernambucanos pudessem conhecer esse direito”, esclareceu.

Ainda segundo a deputada, a nova lei é mais um instrumento para proteger a população contra eventuais práticas abusivas. O cartaz deve conter a seguinte mensagem: “É vedado ao fornecedor de produtos ou serviços exigir do consumidor valor mínimo para pagamento com cartão de crédito ou débito”.

A previsão também consta no artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor (Lei Federal nº 8.078/1990), que considera que a prática impõe vantagem excessiva. Para o especialista na área André Frutuoso, a alteração foi apresentada levando em consideração que, apesar da existência e da clareza da legislação, muitos dos estabelecimentos comerciais ainda a descumprem. “Tal acréscimo à norma visa a proteger o direito à informação clara, impedindo a vulnerabilidade informativa e, assim, trazendo equilíbrio na relação consumerista”, analisa o advogado.

Em nota, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Pernambuco (Fecomércio-PE) afirmou já cumprir a legislação em vigor e discordou da alteração mais recente. “A prática da criação de leis que impõem a afixação de cartazes em estabelecimentos privados vem recebendo discordâncias por parte dos representantes dos comerciários”, expressou. A entidade ainda observou que os proprietários estão sendo obrigados a destinar cada vez mais espaços físicos para atender às exigências legais desse tipo.

TSE define urna eletrônica e confirma 13 candidatos à Presidência

Imagem ilustrativa

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) fechou hoje (17) o sistema de registro de candidaturas à presidência da República que será inserido nas urnas eletrônicas para a votação no primeiro turno das eleições, que será realizado no dia 7 de outubro. Com a medida, ficam confirmados os nomes de 13 candidatos à presidência da República e seus respectivos vices que tiveram os registros aceitos pelo tribunal.

Os nome do candidato Fernando Haddad (PT) e sua vice, Manuela D’Ávila (PCdoB), foram considerados aptos para inserção nas urnas, apesar de o registro de candidatura ainda não ter sido julgado pela Corte. Haddad teve o nome confirmado pelo PT após o TSE barrar a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O prazo para que algum candidato, partido ou o Ministério Público Eleitoral (MPE) faça a impugnação do registro do petista termina amanhã (18), no entanto, até o momento, nenhuma contestação foi apresentada ao tribunal.

De acordo com o TSE, os dados dos presidenciáveis são enviados aos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), que serão responsáveis pelo carregamento das urnas com os dados de todos que vão participar do pleito. Os tribunais locais também vão inserir as informações dos candidatos aos governos estaduais, deputados estaduais, federais e senadores.

Em Tuparetama, Rogério Leão é recebido por amigos e visita a feira livre

Rogério Leão e Joel Gomes na feira de Tuparetama. Foto: Genarks Oliveira

Na manhã desta segunda (17) o deputado Rogério Leão (PR), candidato a reeleição, esteve visitando a feira livre de Tuparetama, no Sertão do Pajeú. Acompanhado do ex-vereador Joel Gomes, do ex-vice-prefeito Ivaí Cavalcante, do suplente de vereador Cloves Ferreira, além de diversos outros amigos, teve oportunidade de mais uma vez conversar com a população.

Leão foi bem recebido em todos os locais onde passou e agradeceu: “O povo de Tuparetama, Princesinha do Pajeú, como sempre, sendo muito gentil e amigo comigo; só tenho que retribuir esse acolhimento trabalhando muito na Alepe para contribuir com o desenvolvimento do município”.

Ibope: Paulo Câmara 33% e Armando Monteiro 25%

Candidatos Paulo Câmara e Armando Monteiro

O governador Paulo Câmara (PSB), candidato à reeleição, manteve 33% das intenções de voto na pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo, divulgada nesta segunda-feira (17). Já o senador Armando Monteiro (PTB) oscilou e subiu um ponto percentual, de 24% para 25%, em relação ao levantamento anterior, do dia 5 de setembro.

Os outros candidatos registram até 2% das menções na pesquisa, tendo oscilado dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais.

Julio Lossio (Rede) e Maurício Rands (Pros) ficaram com 2%. Ana Patrícia Alves (PCO), Dani Portela (PSOL) e Simone Fontana (PSTU), com 1%.

Brancos e nulos somam 24%, o mesmo percentual do levantamento anterior. Os que não sabem ou preferem não responder oscilaram de 11% para 10%.

Esses são os resultados da pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.

2º turno

Em um possível segundo turno entre os candidatos que estão à frente, a diferença entre Paulo Câmara e Armando Monteiro diminuiu em relação à pesquisa do início de setembro. O socialista tinha 55% e caiu para 41%. O petebista também teve uma queda e passou de 41% para 37%.

O percentual dos que votariam branco ou nulo subiu de 2% para 17%. Os que não sabem ou preferem não opinar aumentaram de 2% para 6%.

 

Rejeição

A rejeição a Paulo Câmara caiu de 33% para 30%. O número é sobre o candidato socialista, não em relação à aprovação do governo.

Armando Monteiro manteve a rejeição de 24%.

Simone Fontana também manteve em 22%. No caso de Dani Portela caiu de 24% para 21%. Julio Lossio, de 23% para 21%; Ana Patricia Alves, de 25% para 20%; Maurício Rands, de 20% para 18%.

 

Senado

O deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) continua à frente na pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo, divulgada nesta segunda-feira (17). O emedebista oscilou um ponto percentual em relação ao levantamento de 5 de setembro e subiu de 33% para 34% das intenções de voto. O senador petista Humberto Costa, candidato à reeleição na mesma chapa que ele, está em segundo e também oscilou um ponto, passando de 30% para 31%.

Em seguida vem o deputado federal Mendonça Filho (DEM), que oscilou um ponto, caindo de 23% para 22%. Silvio Costa (Avante) registrou uma queda de 12% para 10%.

Bruno Araújo (PSDB), que está na mesma chapa que Mendonça, manteve os 8% que já tinha na pesquisa do início de setembro.

Pastor Jairinho (Rede) oscilou um ponto, caindo de 5% para 4%

Todos os outros mantiveram os índices da pesquisa anterior. Adriana Rocha (Rede) continua com 2%. Albanise Pires (PSOL) Eugênia Lima (PSOL) e Hélio Cabral (PSTU) têm 1%. Alex Lima Rola (PCO) tinha 1% e não pontuou neste levantamento.

Brancos e nulos para a primeira vaga mantiveram 22% e para a segunda vaga caíram de 35% para 34%. Os que não sabem ou não responderam aumentaram de 24% para 28%.

Esses são os resultados da pesquisa estimulada, em que os nomes dos candidatos são apresentados aos entrevistados.

 

Pesquisa JC/Ibope/TV Globo

Esta é a terceira rodada da pesquisa JC/Ibope/TV Globo, registrada no TRE com o protocolo 02931/2018 e no TSE com o número 01251/2018. Foram entrevistados 1.204 em 56 municípios de Pernambuco, entre os dias 14 e 16 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.

 

JC Online

Rádio Cultura AM retransmite debate da Liberdade de Caruaru com candidatos ao governo de Pernambuco

Nesta terça (18), a Rádio Cultura de São José do Egito retransmite o debate promovido pelas rádios Liberdade AM e FM de Caruaru com os candidatos ao governo de Pernambuco que têm representatividade no Congresso Nacional.

Vão participar os postulantes Armando Monteiro (PTB), Dani Portela (PSOL), Maurício Rands (PROS) e Paulo Câmara (PSB).

O debate, que começa às 9h, terá a mediação do radialista Sócrates da Silva e será dividido em cinco blocos.

Quem está no Alto Pajeú pode escutar pela Cultura através de 1.320 KHz AM. Quem preferir pode acompanhar pela internet: www.radiocultura1320.com.br

Rogério Leão com agenda intensa em todas as regiões do Estado

O deputado estadual e candidato a reeleição Rogério Leão (PR) participou de diversos eventos políticos no Sertão de Pernambuco.

No sábado (15) Leão esteve em caminhada pelas ruas de Santa Terezinha, no Alto Pajeú.

No domingo (16) o candidato esteve no município de Mirandiba, onde participou pela manhã de uma roda de conversa no Distrito de Cachoeirinha com amigos e moradores da localidade. À tarde Rogério esteve em Machados, no Agreste, participando de carreata e bate-papo com os moradores. “No bate-papo falei que toda essa energia só reforça nosso desejo de querer muito mais pelo povo pernambucano”, disse o deputado. E enfatizou: “Estamos juntos, do Sertão ao Litoral, na luta para melhorar a qualidade de vida de nossa gente; obrigado pelo carinho, Machados!”.

A agenda de campanha de Rogério Leão segue intensa em todo o Estado.

Mais de 300 mil pés de maconha são erradicados no ‘polígono da maconha’

Operação Macambira III. Foto: Polícia Federal/Divulgação

Mais de 300 mil pés de maconha foram destruídos durante uma ação da Polícia Federal realizada no Sertão do Estado, entre os dias 6 e 14 deste mês. Os plantios foram localizados em ilhotas do Rio São Francisco e na Região de Orocó, Cabrobó, Belém do São Francisco e Santa Maria da Boa Vista, assim como em áreas de caatinga em Salgueiro, Carnaubeira da Penha, Serra Talhada, Betânia, Parnamirim, Ibó e Floresta.

A Operação Macambira III foi coordenada pela Delegacia de Salgueiro, com apoio operacional da Secretaria de Defesa Social do Distrito Federal e de Pernambuco, junto à Coordenação-Geral de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (CGPRE), órgão central da Polícia Federal em Brasília/DF, com o objetivo de reduzir a produção e oferta de maconha na região.

“A ação aconteceu no chamado ‘polígono da maconha’, que é monitorada constantemente para erradicar os plantios feitos por agricultores que comumente são aliciados por traficantes. Pela abundância de água na Região, esses plantios são feitos em ilhotas do Rio São Francisco ou até mesmo utilizando a transposição do rio para irrigar os terrenos próximos à localidade”, contou Giovani Santoro, assessor de comunicação da Polícia Federal.

Com incursões terrestres, aéreas e fluviais e apoio de aeronaves, além botes infláveis e ambulância do Corpo de Bombeiros, a Operação também conseguiu erradicar 93 mil mudas da planta e apreender 1.200Kg da erva pronta para o consumo. De acordo com a PF, caso os 330 mil pés tivessem siso colhidos e prensados, seria suficiente para produção de 110 toneladas de maconha.

“O ciclo produtivo da maconha é de três em três meses e o momento oportuno das ações é quando está perto da colheita, para quebrar o ciclo produtivo e a consequente comercialização do produto”, completou Santoro.

Durante a operação ninguém foi preso mas, de acordo com informações da Polícia Federal, caso sejam identificados os donos dos terrenos em que o plantio estava sendo cultivado, os mesmos serão intimados para prestar depoimento à Polícia Federal e posteriormente indiciados por tráfico.

 

Portal FolhaPE

Operação policial combate crimes cibernéticos em seis estados

A Polícia Civil do Rio de Janeiro cumpre hoje (17) 45 mandados de prisão contra acusados de integrar uma quadrilha nacional especializada em crimes cibernéticos e lavagem de dinheiro. Os mandados estão sendo cumpridos em seis estados: São Paulo, Paraná, Minas Gerais, Santa Catarina e Bahia, além do Rio de Janeiro.

Os investigados foram denunciados pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Rio de Janeiro, pela prática de crimes patrimoniais, com subtração de valores das contas bancárias por meio de transações fraudulentas, além de lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Ao todo, 237 pessoas estão envolvidas no esquema fraudulento. Esta é a segunda etapa da Operação Open Doors, cuja primeira fase foi desencadeada em agosto de 2017.

Uma das fraudes aplicadas pelo grupo é o envio aleatório de e-mails e mensagens por celular a milhares de pessoas. As mensagens eram identificadas como sendo de instituições bancárias e pediam para que os clientes atualizassem suas senhas clicando em um endereço específico na internet.

Ao clicar nesses endereços, as vítimas eram direcionadas a websites com programas capazes de capturar informações de contas e senhas, que permitiam à quadrilha retirar quantias dessas contas de forma fraudulenta.

Outro golpe do grupo, que causava prejuízos ainda maiores segundo o Ministério Público (chegando a R$ 500 mil em alguns casos), era a ligação telefônica para potenciais vítimas. Os fraudadores se faziam passar por funcionários de bancos para obter dados pessoais. Entre os alvos estavam inclusive funcionários do setor financeiro de grandes empresas.

“Os integrantes da organização adotaram mecanismos para camuflar a origem ilícita do produto de seus crimes econômicos, na figura típica conhecida como lavagem de dinheiro, por meio da utilização de ‘laranjas’ na compra de terrenos, apartamentos e salas comerciais e para a ocultação de patrimônio”, diz nota do MP.