Copa do Brasil começa dia 30 com Vitória da Conquista e Boa Esporte

Imagem ilustrativa

Foi definida a tabela da Copa do Brasil. Vitória da Conquista e Boa Esporte abrem a competição no dia 30 de janeiro, às 20h (horário de Brasília). Um pouco mais tarde, às 21h30, o Caxias enfrenta o Atlético-PR.

A primeira fase segue até o dia sete de fevereiro. A segunda está prevista para acontecer entre os dias 14 e 21 do mesmo mês.

Segundo regulamento da CBF, a primeira fase é disputada em jogo único: Quem vencer avança e o empate classifica a equipe visitante.

Em 2018, 91 clubes vão participar da competição, que vai pagar 50 milhões de reais para o campeão.

Pernambuco: Guilherme Rocha é o novo titular da Secretaria Executiva de Recursos Hídricos

Guilherme Rocha substitui Mário Cavalcanti na Secretaria Executiva de Recursos Hídricos da Secretaria de Planejamento e Gestão. Foto: Governo de Pernambuco

A Secretaria Executiva de Recursos Hídricos da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) passa a ser comandada por Guilherme Cavalcanti da Rocha Leitão. Guilherme, que substitui Mário Cavalcanti, tem 28 anos, é advogado formado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).

Antes de assumir a Executiva de Recursos Hídricos no final de dezembro, Guilherme foi diretor de Relacionamento Institucional do Lafepe, de abril a dezembro de 2017; chefe de gabinete da Casa Civil, no período de janeiro de 2015 a agosto de 2016; e oficial de gabinete do governador Eduardo Campos, de maio de 2010 a abril de 2014.

Entre as atribuições da SERH estão a elaboração de projetos e execução de obras hídricas estruturadoras, como as barragens de contenção de cheia e abastecimento, o sistema de dessalinização de Pernambuco, além de promover a gestão integrada, racional e participativa dos recursos hídricos do Estado e a implantação e consolidação dos instrumentos das Políticas Estaduais de Recursos Hídricos.

Também está no escopo de Recursos Hídricos a execução de programas com financiamentos internacionais, como o Programa de Sustentabilidade Hídrica de Pernambuco (PSHPE), financiado pelo Banco Mundial – BIRD, que tem o objetivo de desenvolver projetos e/ou ampliar sistemas de esgotamento sanitário em cidades da bacia do rio Capibaribe e o Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca (PSA Ipojuca) firmado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, e tem o objetivo de desenvolver projetos e ampliar/implantar sistemas de esgotamento sanitário nas cidades situadas na margem do Rio Ipojuca.

Divulgação do resultado do Enem é antecipada para 18 de janeiro

O Ministério da Educação antecipou em um dia a divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. A partir de 18 de janeiro os estudantes poderão consultar os resultados individuais na Página do Participante, na internet. A nova data foi divulgada hoje (12) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

É necessário informar o CPF e a senha cadastrada no momento da inscrição no Enem. Quem não se lembra da senha pode recuperá-la na Página do Participante. É com ela que o estudante também terá acesso ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que ficará aberto de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

Os resultados dos participantes com menos de 18 anos, comumente chamados de treineiros, serão liberados 60 dias depois da divulgação regular. O mesmo prazo vale para os espelhos de correção das redações. O acesso ao espelho de correção é uma forma de o participante saber como se saiu em cada uma das cinco competências avaliadas pela prova.

Os estudantes podem usar o resultado das provas do Enem em processos seletivos para vagas no ensino público superior, pelo Sisu, para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Espanha ultrapassa EUA e se torna 2º país mais visitado do mundo

Barcelona, na Espanha. Foto: Reprodução/Internet

O presidente do governo da Espanha, Mariano Rajoy, anunciou nesta quarta-feira que o país recebeu 82 milhões de turistas em 2017, 9% a mais que em 2016, e se tornou o segundo mais visitado no mundo, ao ultrapassar os Estados Unidos e ficar atrás apenas da França.

Esse número, que foi um recorde para a Espanha, foi antecipado por Rajoy durante sua participação na cúpula de líderes de países do sul da Europa, em Roma, onde também destacou alguns dados relacionados à recuperação da economia espanhola, como o aumento do turismo.

O presidente do governo espanhol classificou o número de visitantes estrangeiros na Espanha no ano passado como “muito relevante” para o turismo, setor que vem tentando se tornar mais competitivo no país.

Durante o ano de 2017, os gastos dos turistas que visitaram cidades espanholas chegaram a 87 bilhões de euros (mais de R$ 335 bilhões), 12% a mais que 2016.

“Nos transformamos no segundo país do mundo quando se trata de receber turistas e no segundo país do mundo em investimento para receber turistas”, destacou Rajoy.

Em seguida, o Ministério da Energia, Turismo e Agenda Digital disse em comunicado que a Espanha superou pela primeira vez os Estados Unidos como segundo destino turístico global e só está atrás da França neste ranking.

A pasta informou que os gastos médios de cada turista cresceram 3,1% em relação a 2016, para 1.061 euros (pouco mais de R$ 4 mil) por pessoa. Já o valor diário foi estimado em 137 euros (R$ 530), o equivalente a 4,4% a mais.

Os dados foram compilados pela agência de turismo estatal Turespaña e por pesquisas sobre entradas e gastos de turistas no país feitas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com dados oficiais do INE, de janeiro a novembro de 2017, o total de gastos foi de 82,29 bilhões de euros (quase R$ 320 bilhões), 12,9% a mais que o mesmo período em 2016.

 

EFE / Uol

Novo administrador-geral de Fernando de Noronha pretende aumentar diálogo com população insular

Posse de Plínio Pimentel acontece na próxima sexta-feira, na sede do Conselho Distrital, no arquipélago pernambucano. Foto: Governo de Pernambuco

Plínio Pimentel, Administrador-Geral de Fernando de Noronha, presta compromisso perante comunidade nesta sexta (12). O novo gestor do arquipélago declara que pretende ampliar o diálogo com a população insular destacando maior preocupação com as questões sociais da Ilha.

Nomeado no dia 03 deste mês, o advogado Plínio Pimentel, novo Administrador-Geral de Fernando de Noronha, prestará compromisso perante a comunidade noronhense nesta sexta (12), na sede do Conselho Distrital, no arquipélago.

Com cerca de vinte anos de atuação jurídica, Plínio destaca que sua gestão será pautada pelo diálogo, buscando, ainda, atender todos os setores da gestão com igual importância, do social à infraestrutura, do Turismo ao Meio Ambiente.“Vamos procurar seguir o plano de governo do governador Paulo Câmara e o planejamento estratégico que já vem sendo executado, sempre equilibrando as questões ambientais com as necessidades sociais da população da ilha. A nossa ideia é fazer uma administração humanizada, ouvindo a comunidade noronhense e procurando atendê-la sempre que possível”, afirmou o novo Administrador-Geral da Ilha.

Natural do Recife e casado com a advogada Juliana Andrade, Pimentel, tem 46 anos de idade e é formado em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco, além de possuir Especialização em Direito Civil e Direito Processual Civil. Plínio foi diretor Jurídico da URB – Recife e Gerente-Geral Jurídico da Emlurb, tendo, anteriormente, atuado como advogado eleitoral, trabalhando no TRE e também como conciliador no TJPE.

Número de vítimas fatais de incêndio em creche de Janaúba sobre para 14

Um menino de cinco anos é a 14ª vítima fatal do incêndio provocado pelo vigia de uma creche da cidade de Janaúba, no norte de Minas Gerais, em outubro de 2017.

Gabriel Carvalho de Oliveira estava internado no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, com mais de 80% do corpo queimado. Segundo a Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), o menino morreu no início da tarde desta quinta (11).

Uma mulher, cujo nome não foi confirmado pela fundação, permanece internada no mesmo hospital. Seu quadro clínico é considerado estável, de acordo com o último boletim divulgado pela Fhemig.

Os dois últimos óbitos registrados anteriormente ocorreram com um espaço de um mês entre eles. Em 6 de novembro, a auxiliar de professora Geni Oliveira Lopes Martins, de 63 anos, faleceu no Hospital João XXIII. Em 4 de dezembro, a auxiliar de classe Jéssica Morgana Silva Santos, 23 anos, morreu na Santa Casa de Montes Claros, no norte do estado.

O incêndio na Creche Municipal Educacional Infantil Gente Inocente foi intencionalmente provocado por um vigia do próprio estabelecimento, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, em 5 de outubro do ano passado. O próprio vigia morreu em decorrência das queimaduras que sofreu no local. Mais de 40 pessoas, entre adultos e crianças, ficaram feridas no incêndio.

Em 19 de outubro, 26 alunos retomaram as aulas em um prédio da Unidade de Atendimento Infantojuvenil do município.

Apenas 15% dos brasileiros se prepararam para pagar despesas de início de ano

Levantamento realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que apenas 15% dos brasileiros dizem ter condições de pagar, com os próprios rendimentos, as despesas de início de ano, como os gastos com material escolare, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), e o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA).

De acordo com a pesquisa, a maioria dos brasileiros não se preparou para os dispêndios de início de ano. Apenas um terço (32%) dos consumidores guardaram parte do décimo terceiro salário para as despesas de janeiro e fevereiro; 27% abriram mão de compras no Natal; e 21% passaram a fazer algum bico para acumular uma renda extra.

“O ideal é que todos tenham entrado 2018 com a organização já traçada no final do ano passado. Mas quem ainda não pensou nisso, ainda dá tempo e precisa correr. O primeiro passo é fazer um mapeamento pensando no futuro, mas sempre de olho no retrovisor, pois janeiro é um mês com muito acumulo de gastos, como viagens do período de festas e parcelas remanescentes do Natal”, destacou a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti.

Segundo a entidade, o brasileiro que parcelou suas compras natalinas vai terminar de pagar as prestações, em média, somente entre os meses de abril e maio, o que sinalizaria um orçamento comprometido por um período considerável do ano.

“O ideal é deixar a quantia separada de seus rendimentos mensais. Assim, o consumidor não cai na tentação de gastar o dinheiro com outras finalidades. A mesma dica vale para quem tem dinheiro guardado para pagar os tributos à vista neste ano, mas tem receio de ceder à tentação de usar esse dinheiro para compras supérfluas. Para os que se enquadram nesse perfil, é melhor pagar de uma vez e se livrar de problemas futuros ”, acrescentou a economista Marcela Kawauti.

PF quer concluir inquéritos da Lava Jato até o fim do ano, diz Segovia

A presidente do STF, Cármen Lúcia, e o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segovia, reunidos hoje no Supremo Tribunal Federal. Foto: Divulgação/STF

O diretor-geral da Polícia Federal (PF), Fernando Segovia, disse nesta quarta (10), em Brasília, que o órgão como meta concluir até o fim deste ano as investigações de todos os inquéritos criminais que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF), incluindo os da Operação Lava Jato.

Ele informou ter efetivado a partir desta quarta-feira o aumento de nove para 17 no número de delegados dedicados exclusivamente a cerca de 200 investigações policiais que tramitam no STF. Disse, ainda, que foi dobrada a equipe de peritos, de modo a destravar os inquéritos que aguardam laudos.

“A ambição é humana”, afirmou Segovia ao ser questionado se a meta seria mesmo factível. “É uma meta que a ministra Cármen Lúcia [presidente do STF] também quer, a doutora Raquel Dodge [procuradora-geral da República] também está imbuída desse propósito, e acho que o país merece ter uma resposta quanto a essas investigações”, acrescentou.

Michel Temer

As declarações do diretor-geral da PF foram dadas após uma reunião de quase 1h30 no gabinete de Cármen Lúcia, na manhã de hoje. Ao ser perguntado se a conclusão dos inquéritos inclui também as investigações contra o presidente Michel Temer, Segovia disse que sim.

“Foram enviadas as perguntas ao presidente Temer, a gente aguarda a resposta dessas perguntas para que seja tomado um novo passo na investigação do presidente Temer”, disse, referindo-se a um dos inquéritos que tem o presidente como alvo.

Todas as investigações criminais conduzidas pela PF que tramitam no STF envolvem a suspeita de políticos com foro privilegiado na Corte, entre parlamentares, ministros de Estado e o presidente da República.

De acordo com o mais recente balanço divulgado em dezembro pelo gabinete do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo, tramitam no STF atualmente 140 inquéritos resultantes de investigações da operação. Desses, 73 foram redistribuídos para outros ministros por não estarem diretamente relacionadas a desvios na Petrobras.

Sindicato mobiliza professores a não iniciarem ano letivo caso Prefeitura de São José do Egito não pague vencimentos em atraso

Imagem ilustrativa

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de São José do Egito (Sintesje) emitiu nesta terça (9) comunicado informando da decisão da categoria de não iniciar o ano letivo caso a Prefeitura Municipal não pague o 13º salário completo dos aposentados e o vencimento do mês de dezembro de 2017 de professores e servidores efetivos do administrativo da educação.

Na nota o sindicato deixa claro que essa decisão foi tomada em assembleia realizada em 29 de dezembro último e conclama os servidores da Educação para seja feito um trabalho de mobilização para efetivar a ação de não se iniciar o ano letivo sem os pagamentos regularizados.

Em conversa com o blog a presidente do Sintesje, professora Lúcia Maria, relatou que ainda não foi divulgado o calendário do ano letivo por parte da secretaria. Lúcia enfatizou ainda que “com essa mudança de secretária de Educação a gente enquanto sindicato não foi convocado pra nada”.

A presidente do sindicato disse ainda que a decisão da categoria foi comunicada formalmente ao Gabinete do Prefeito e às secretarias de Educação e Finanças.

O sindicato exige também um posicionamento da Prefeitura em relação à regularização dos pagamentos dentro do prazo legal, que seria até o quinto dia útil do mês para se quitar o vencimento do mês anterior. Lúcia Maria completou: “Então, o que é que a categoria viu? Nós queremos que o prefeito regularize pelo menos no limite legal; que a gente esteja recebendo os nossos salários de certeza até o quinto dia útil. Essa articulação de parada está em cima dessa questão”.

Ainda na terça (9) entramos em contato com o secretário de Finanças Augusto Valadares. Enviamos questionamentos pelo WhatsApp e conversamos por telefone. Valadares disse por telefone que até o início do ano letivo os pagamentos em atraso devem estar regularizados. Ficou acordado entre a reportagem e o secretário que os esclarecimentos fossem enviados por texto. A matéria com as informações acima estava pronta esperando o posicionamento da Prefeitura. Fechamos a edição do texto às 11h desta quarta (10) e até esse horário as respostas às nossas indagações ainda não haviam sido recebidas.

AGU recorrerá ao STF de decisão que manteve suspensa posse de Cristiane Brasil

O nome da deputada do PTB foi sugerido pelo presidente Michel Temer, segundo o presidente nacional do partido e pai de Cristiane Brasil, Roberto Jefferson. Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

A Advocacia-Geral da União (AGU) vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal da decisão do desembargador Guilherme Couto de Castro, do Tribunal Regional da 2ª Região, que manteve suspensa a posse da deputada Cristiane Brasil como ministra do Trabalho.

A cerimônia estava marcada para esta terça-feira (9), às 15h, mas foi cancelada após o magistrado rejeitar um recurso apresentadopela AGU ao TRF-2. Guilherme Couto de Castro é vice-presidente da Corte e proferiu a decisão no início da tarde de hoje após o presidente, o desembargador André Fontes, se declarar suspeito por motivos de foro íntimo.

O novo recurso foi confirmado pela assessoria de imprensa da AGU às 17h30, pouco depois de o presidente Michel Temer se reunir com a deputada, o presidente do PTB e pai de Cristiane, Roberto Jefferson, além do líder do partido na Câmara, Jovair Arantes (PTB-GO). A incerteza sobre a realização da posse fez com que alguns convidados de outras cidades viessem para o Palácio do Planalto aguardar uma definição sobre a cerimônia.

A expectativa agora é de que a própria presidente da Suprema Corte, ministra Cármen Lúcia, analise o caso e avalie o pedido de suspensão da liminar do juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói (RJ), que suspendeu a nomeação da deputada como ministra nessa segunda-feira (8).

Ação popular

A liminar foi concedida em resposta a uma ação popular do Movimento dos Advogados Trabalhistas Independentes. A entidade diz que a nomeação de Cristiane Brasil “ofende a moralidade administrativa”. Segundo o movimento dos advogados, a deputada “praticou pessoalmente graves violações das leis trabalhistas, flagradas e comprovadas em, pelo menos, duas demandas judiciais”.

Depois que seu nome foi anunciado como ministra do Trabalho, surgiram informações de que Cristiane tem dívidas trabalhistas com ex-funcionários. Com base nos argumentos, o juiz decidiu, preliminarmente, que conceder a liminar sem ouvir os réus se justificaria “diante da gravidade dos fatos sob análise”.

Ele destacou ter verificado “flagrante desrespeito à Constituição Federal no que se refere à moralidade administrativa”, quando se pretende nomear para o cargo de ministro do Trabalho “pessoa que já teria sido condenada em reclamações trabalhistas”.

 

EBC