Primeira chamada do ProUni já está disponível na internet

O resultado da primeira chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni) já está disponível na internet. Aqueles que foram pré-selecionados têm até o dia 14 para fazer a matrícula.

Os estudantes devem comparecer às instituições com os documentos que comprovam as informações prestadas na ficha de inscrição. Cabe aos candidatos verificar os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A lista da documentação necessária está disponível na internet.

Algumas instituições podem exigir dos candidatos aprovados que façam uma prova. Os estudantes devem verificar, no momento da inscrição, se a instituição vai aplicar processo seletivo próprio. As instituições que optarem por processo próprio devem explicar formalmente aos estudantes, no prazo máximo de 24 horas da divulgação dos resultados das chamadas, a natureza e os critérios de aprovação.

O registro da aprovação ou reprovação dos candidatos no Sistema Informatizado do ProUni e a emissão dos respectivos termos de Concessão de Bolsa ou termos de Reprovação pelas instituições de ensino serão feitos entre os dias 6 e 18 de fevereiro para os selecionados na primeira chamada. Caso o estudante não compareça no prazo estipulado, ele será reprovado.

Aqueles que não forem selecionados na primeira chamada poderão ainda ser aprovados na segunda, que será divulgada no dia 20 de fevereiro. Haverá também uma terceira chance. Quem não for escolhido, pode integrar a lista de espera nos dias 7 e 8 de março.

Inscrições

Ao todo, 946.979 candidatos se inscreveram na primeira edição do ProUni deste ano, de acordo com o Ministério da Educação. Como cada candidato podia escolher até duas opções de curso, o número de inscrições chegou a 1.820.446.

Nesta edição são ofertadas 243.888 bolsas de estudo em 1.239 instituições particulares de ensino. Do total de bolsas, 116.813 são integrais e 127.075, parciais, de 50% do valor das mensalidades.

O ProUni concede bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições privadas de educação superior. Em contrapartida, o programa oferece isenção de tributos às instituições que aderem ao programa.

Os estudantes selecionados podem pleitear ainda Bolsa Permanência, para ajudar nos custos dos estudos, e podem também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para garantir parte da mensalidade não coberta pela bolsa do programa.

Câmara de Santa Terezinha faz manutenção em sua sede para retorno das sessões

A Câmara de Vereadores de Santa Terezinha iniciou semana passada manutenção e reforma em seu prédio. Por determinação do presidente Dr. Júnior, a Casa estará com esses serviços sendo efetuados para dar mais dinâmica aos trabalhos legislativos e assegurar que tudo esteja em ordem para o retorno das sessões após o recesso, e também para o atendimento à população.

Um dos locais dessa manutenção é o Plenário. Está sendo implantando um projetor fixo para auxílio às sessões. Já a sala de controle de som ganha novo acesso. Um dos corredores ganhou abertura para facilitar a circulação de servidores e cidadãos, bem como aproveitar a iluminação natural.

A primeira sessão ordinária do primeiro semestre será na quarta-feira 6 de fevereiro, às 19h.

Câmara SJE divulga composição de suas comissões para o biênio 2019-2020

Câmara de Vereadores de São José do Egito. Foto: Saojosedoegito.Net/GP

Nesta quinta (31) foram definidos os integrantes das comissões permanentes da Câmara de Vereadores de São José do Egito para o biênio 2019-2020. Esses colegiados são os responsáveis pela discussão e elaboração de pareceres sobre os projetos em tramitação.

Na estrutura do Poder Legislativo egipciense existem as comissões de Legislação, Justiça e Redação Final; Finanças e Orçamento; Educação, Saúde e Assistência e também a de Obras e Serviços Públicos.

Após reunião dos vereadores com o presidente Rogaciano Jorge, a formação ficou assim:

– Comissão de Justiça: Presidente Beto de Marreco, Relator Ana Maria de Romerinho e Membro Jota Ferreira;

– Comissão de Finanças: Presidente David Teixeira, Relator Rona Leite e Membro Antônio Andrade;

– Comissão de Educação: Presidente Tadeu Gomes, Relator Doido de Zé Vicente e Membro Rona Leite;

– Comissão de Obras: Presidente Rona Leite, Relator Beto de Marreco e Membro Doido de Zé Vicente.

Seguindo o que determina o Regimento Interno da Casa de Todos os Egipcienses, apenas parlamentares titulares podem ocupar os cargos das comissões, exceto o presidente da instituição.

Prefeitura de Santa Terezinha não tem dinheiro para pagar servidores mas tem para gastar em festa

Neste sábado (26) será realizada a Festa de São Sebastião na Vila do Tigre, município de Santa Terezinha. A promoção é da igreja católica com apoio da prefeitura. O que vem sendo comentado e questionado naquele município é a disponibilidade financeira do Poder Executivo local em empenhar recursos para pagamentos de despesas e de atração musical quando professores da ativa e aposentados e pensionistas estão com seus vencimentos de dezembro em atraso.

A prefeitura empenhou R$ 3.780,00 para pagamento do cantor Boy Vaqueiro e mais 2.150,00 para custear despesas com apresentação artística. São R$ 5.930,00 que serão gastos numa situação em que as próprias prefeituras reclamam de recursos escassos.

É evidente que a festa é tradicional e deve ser apoiada, entretanto este gesto em época tão conturbada mata de certa forma o discurso do prefeito Vanim de Danda.

Câmara SJE debate com comerciantes do mercado público e prefeitura taxa de energia elétrica

Na noite desta quarta (23) foi realizada na Câmara de Vereadores de São José do Egito reunião com comerciantes que atuam no mercado público, principalmente os que vendem no açougue municipal.

A pauta tratou dos valores cobrados pela Prefeitura Municipal no quesito energia elétrica. De iniciativa do vereador Aldo da Clipsi (PT) e conduzida pelo presidente Rogaciano Jorge (PSB), a reunião contou também com as presenças dos parlamentares Albérico Tiago (PR), Ana Maria de Romerinho (PSB), Doido de Zé Vicente (PSC) e Professor Claudevan Filho (Rede), além do secretário municipal de Agricultura Marcos Brito.

No início a tribuna foi liberada para que os comerciantes expusessem seus questionamentos. No geral, as reclamações ocorrem porque, segundo os mesmos, há quem use pouco e pague mais que alguns que consomem muita energia. A cobrança maior se deu no tocante à instalação de medidores em cada tarimba.

Pelo Poder Executivo, o secretário Marcos Brito salientou que já foi feito um projeto através de consultoria para a implantação dessa estrutura para verificação individual e que foi aberta licitação para contratação de empresa, entretanto nos dois pregões marcados não houve presença de interessados. Brito disse que a prefeitura está disponível para negociar os valores em aberto de todos os que o procurarem. O secretário disse ainda que a inadimplência não consta apenas do pagamento de energia elétrica por parte de muitos comerciantes que atuam no mercado e açougue, mas também da mensalidade das tarimbas, onde muitos estão devedores há vários anos.

Nos encaminhamentos para conclusão da reunião, os vereadores tanto de oposição quanto de situação solicitaram um esforço maior do Executivo no sentido de instalação dos medidores – ato que deve resolver esse problema – e se prontificaram a acompanhar a situação.

Antônio Andrade desmente prefeitura e diz que INSS foi pago

Vereador Antônio Andrade

O ex-presidente da Câmara Municipal de São José do Egito – PE, diz que as informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de São José do Egito aos blogs são mentirosas e falaciosas, além de caracterizarem crime de calúnia contra as quais serão tomadas medidas judiciais cabíveis.

Segundo Antônio Andrade, sua gestão 2017/2018 foi conduzida com transparência e licitude, sem deixar para trás nenhum débito, como acusa a Assessoria de Comunicação do Prefeito Evandro Valadares, o qual deveria se encarregar de nomear pessoa com maior responsabilidade, ética e disciplina com a coisa pública.

Todos os repasses das contribuições previdenciárias foram realizados, inclusive da Gestão passada, referente aos servidores da Câmara Municipal, contemplada as parcelas do décimo terceiro salário, como sempre recomendou à sua Assessoria Contábil, que consultada, negou a procedência das acusações levianas.

Mesmo assim, Antônio Andrade tomou as providências e solicitará ao presidente atual, Rogaciano Jorge (PSB), uma Comissão formada de vereadores e assessores da contabilidade para junto agendarem uma audiência com a Diretoria da Receita Federal em Serra Talhada – PE, onde será exigida certidão negativa de repasse das verbas da câmara para o INSS, dirimindo qualquer dúvida; medidas que serão tornadas de conhecimento público.

(Assessoria de Antônio Andrade)

Oposição em Santa Terezinha trava batalha com prefeitura motivada por atrasos em pagamentos de servidores

Preocupado com atrasos em pagamentos de servidores, Dr. Júnior protocolou denúncia no TCE

Vereadores de oposição ao governo municipal de Santa Terezinha demonstram preocupação com a situação do não pagamento de vencimentos do mês de dezembro de 2018 a professores da ativa e aposentados e pensionistas. Nesta quarta (16) servidores protestaram em frente ao Poder Executivo cobrando que o prefeito Vanim de Danda providencie com urgência quitação dessas folhas.

Desde o dia 7 de janeiro de 2019 o presidente da Câmara de Vereadores, Dr. Júnior, protocolou denuncia no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco relatando a situação que vem desestruturando a estabilidade econômica dos funcionários e solicitando que o órgão execute as devidas providências legais para que o imbróglio seja resolvido. O documento foi ainda assinado pelos parlamentares Nodo de Gregório, André de Afonsim e Helder de Viana.

Em rede social e em emissora de rádio Dr. Júnior expôs todo o problema e ainda chamou a atenção para outro problema que poderia reter dinheiro dos cofres públicos por ato mal planejado do Executivo quando desistiu de ação contra o Governo Federal. De acordo com o vereador “Santa Terezinha ao invés de receber mais de 3 milhões que seriam destinados à área de educação teria que pagar – por essa desistência – honorários advocatícios sucumbenciais que passavam de R$ 400.000,00”. E completou: “Oficiamos ao Tribunal de Contas que deu parecer favorável ao nosso pedido e esse valor deverá ser pago pelo prefeito e pelo advogado que representou o município”.

Nesta quarta (16) a prefeitura informou em blogs um calendário de pagamentos desses servidores. Uma fonte revelou que os vereadores de oposição ficarão atentos ao cumprimento desse comunicado do Poder Executivo e prontos para acionarem de imediato todos os órgãos competentes caso os procedimentos de pagamento nas datas informadas não aconteçam.

Mesa Diretora da Câmara SJE é empossada

Vereadores Aldo da Clipsi, Rogaciano Jorge, Albérico Tiago e Alberto de Zé Loló. Fotos: Marcello Patriota

Na noite desta quarta (2) foi empossada a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de São José do Egito para o biênio 2019-2020. O parlamentar Rogaciano Jorge (PSB) assumiu a presidência do Legislativo municipal; Aldo da Clipsi (PT), Albérico Tiago (PR) e Alberto de Zé Loló (PT) também assinaram os termos de posse para os cargos de vice-presidente, 1º e 2º secretários respectivamente.

A sessão inicialmente foi presidida pelo vereador Antônio Andrade (biênio 2017-2018) que deu posse aos novos integrantes que vão conduzir a Mesa nos próximos dois anos.

Além dos quatro integrantes da nova Mesa e do presidente dos dois anos anteriores, estavam presentes os vereadores Claudevan Batista (Rede), Doido de Zé Vicente (PSC) e Jota Ferreira (PSB). O prefeito Evandro Valadares (PSB), o vice Eclériston Ramos (PSB), quase todo o secretariado municipal, o presidente da Câmara de Santa Terezinha Dr. Júnior (PR), e diversas autoridades também acompanharam a solenidade. O auditório do Plenário ficou lotado.

Em seu discurso Rogaciano Jorge apontou como será a sua administração: “É de nossa vontade que os serviços deste poder sejam percebidos da forma mais transparente possível. Estaremos cumprindo todos os compromissos legais para que o cidadão tenha acesso ao que por aqui for produzido e também no tocante aos recursos que são destinados à instituição”.

O presidente enfatizou: “Estamos iniciando um novo ciclo. Cada um tem suas características. Espero que ao final deste período de dois anos esta gestão seja reconhecida como eficiente e alinhada ao povo egipciense”.

No final de seu pronunciamento, destacou: “A Terra da Poesia pode contar com esta instituição como a base de todos os diálogos ideológicos”.

Posse da Mesa Diretora da Câmara SJE para o biênio 2019-2020

Câmara de Vereadores de Santa Terezinha empossa nova Mesa Diretora

Helder de Viana, Dr. Júnior e Lindomar da Internet. Fotos: Ascom Câmara Santa Terezinha

Na primeira noite do novo ano a Câmara de Vereadores de Santa Terezinha promoveu sessão para posse da Mesa Diretora que comandará a edilidade durante o biênio 2019-2020. Adalberto Gonçalves de Brito Júnior, conhecido como Dr. Júnior, eleito em dezembro de 2018, tornou-se o presidente da instituição. Na composição que foi empossada, também estavam os parlamentares Helder de Viana e Lindomar da Internet, 1º e 2º secretários, respectivamente.

O presidente do biênio anterior (2017-2018) Manoel Grampão foi um dos apoiadores do então candidato Dr. Júnior. Além dos empossados e do ex-presidente, compareceram também os vereadores Nodo de Gregório e André de Afonsim.

Solenidade muito prestigiada, o auditório ficou lotado; o povo compareceu em peso. Também acompanharam o evento o prefeito de Imaculada (PB) Dada Lustosa, os ex-prefeitos de Santa Terezinha Delson Lustosa e Adeval Ferreira, os vereadores por São José do Egito – Albérico Tiago e Aldo da Clipsi, e parlamentares por Imaculada – Vieirinha e Kelson.

Dr. Júnior, que está em seu primeiro mandato na Câmara – obteve 632 votos nas eleições de 2016 – agradeceu em seu discurso de posse novamente aos colegas que o elegeram e aos cidadãos do município, destacou compromisso em cumprir todas as responsabilidades que o cargo exige e a disposição em desempenhar uma gestão eficiente.