Câmara SJE celebra Centenário de Nascimento de Mário Leite Gomes. Foto: Marcello Patriota

Na noite desta sexta (5) a Câmara de Vereadores de São José do Egito registrou mais um evento importante no calendário histórico da Terra dos Poetas; celebrou o Centenário de Nascimento do poeta, advogado e professor, já falecido, Mário Leite Gomes.

A sessão solene, regada de muita emoção, contou com a presença da viúva, dona Maria de Lourdes Leite Gomes, dos filhos Juliana Leite Ferreira Gomes e Mário Leite Gomes Júnior, irmãos, diversos familiares, amigos e ex-alunos.

A solenidade, idealizada pelo parlamentar David Teixeira, presidida pelo vereador Rogaciano Jorge, contou ainda com as presenças dos legisladores Alberto de Zé Loló, Aldo da Clipsi, Ana Maria de Romerinho, Beto de Marreco, Claudevan Filho, Jota Ferreira, Rona Leite e Tadeu do Hospital. De Brejinho, o presidente da Câmara Rossiney Cordeiro e os vereadores Galeguinho e Naldo de Valdinho, além do vice-prefeito daquele município Manoel Pedro. De Itapetim, o ex-vereador Mário José. Representando o prefeito de São José, o secretário Roberto Sampaio. O ex-prefeito Romério Guimarães também compareceu.

Para a ocasião foi formado um coral. Alunas do antigo Ginásio São José cantaram o hino do educandário que teve letra composta por Mário Leite Gomes. Foi um dos momentos mais emocionantes da noite, pois a composição é uma das que mais marcou a educação no município.

Diversos depoimentos na Tribuna recordaram a trajetória do poeta e enfatizaram principalmente o seu amor pela educação. A Escola São Sebastião, em Brejinho, foi fundada pelo homenageado, que naquela mesma cidade foi vereador. É de se ressaltar que em São José ele também foi parlamentar.

A professora Áurea Ferreira, que participou da solenidade de fundação do educandário brejinhense, como uma das alunas da primeira turma, demonstrou em todos os momentos o seu orgulho em ter conhecido e convivido com o homenageado. Para dona Áurea, o amor que ele desenvolveu por sua cidade, principalmente naquela década de 1960, é algo que não se pode esquecer.

A viúva, dona Lourdinha Gomes, como é conhecida, fechou os pronunciamentos. Exaltou a vida e o legado deixado por seu marido, a felicidade de ter tido dois filhos com o mesmo, e fez os agradecimentos aos que participaram da solenidade.

São José do Egito, dessa forma, prestou justa homenagem a quem tanto se dedicou ao seu desenvolvimento.

Câmara de São José do Egito celebra Centenário de Nascimento do poeta Mário Leite Gomes
Classificado como:                    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *