Preocupado com atrasos em pagamentos de servidores, Dr. Júnior protocolou denúncia no TCE

Vereadores de oposição ao governo municipal de Santa Terezinha demonstram preocupação com a situação do não pagamento de vencimentos do mês de dezembro de 2018 a professores da ativa e aposentados e pensionistas. Nesta quarta (16) servidores protestaram em frente ao Poder Executivo cobrando que o prefeito Vanim de Danda providencie com urgência quitação dessas folhas.

Desde o dia 7 de janeiro de 2019 o presidente da Câmara de Vereadores, Dr. Júnior, protocolou denuncia no Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco relatando a situação que vem desestruturando a estabilidade econômica dos funcionários e solicitando que o órgão execute as devidas providências legais para que o imbróglio seja resolvido. O documento foi ainda assinado pelos parlamentares Nodo de Gregório, André de Afonsim e Helder de Viana.

Em rede social e em emissora de rádio Dr. Júnior expôs todo o problema e ainda chamou a atenção para outro problema que poderia reter dinheiro dos cofres públicos por ato mal planejado do Executivo quando desistiu de ação contra o Governo Federal. De acordo com o vereador “Santa Terezinha ao invés de receber mais de 3 milhões que seriam destinados à área de educação teria que pagar – por essa desistência – honorários advocatícios sucumbenciais que passavam de R$ 400.000,00”. E completou: “Oficiamos ao Tribunal de Contas que deu parecer favorável ao nosso pedido e esse valor deverá ser pago pelo prefeito e pelo advogado que representou o município”.

Nesta quarta (16) a prefeitura informou em blogs um calendário de pagamentos desses servidores. Uma fonte revelou que os vereadores de oposição ficarão atentos ao cumprimento desse comunicado do Poder Executivo e prontos para acionarem de imediato todos os órgãos competentes caso os procedimentos de pagamento nas datas informadas não aconteçam.

Oposição em Santa Terezinha trava batalha com prefeitura motivada por atrasos em pagamentos de servidores
Classificado como:        

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *