Teresa Leitão destacou que cópias foram deixadas em várias áreas do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da UFPE. Foto: Roberto Soares/Alepe

O episódio de intolerância ocorrido na última quarta (6), na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), recebeu mais uma declaração de repúdio no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Durante o Pequeno Expediente desta quinta (8), a deputada Teresa Leitão (PT) prestou solidariedade a professores e estudantes ameaçados de serem banidos da instituição. A parlamentar salientou que os docentes citados em um panfleto anônimo “têm muitos serviços prestados à causa da educação e à construção de uma civilização humana tolerante, justa e fraterna”.

Teresa destacou que cópias do folheto foram deixadas em várias áreas do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH) da UFPE. “O texto encerra com a frase ‘O mito vem aí’. Todos nós sabemos quem é o ‘mito’ e como seus seguidores agem”, frisou a petista, referindo-se ao presidente eleito, Jair Bolsonaro.

A deputada, que preside a Comissão de Educação e Cultura da Alepe, informou que receberá em audiência um grupo de professores da UFPE para tratar do assunto. Ela também prometeu “transformar a solidariedade e a indignação em uma ação concreta de combate e esse tipo de ameaça”.

Teresa Leitão manifesta repúdio a panfleto anônimo com ameaças a professores e alunos da UFPE
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *