Corpo seguirá para Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, onde será sepultado nesta quarta (22). Foto: Sabrina Nóbrega/Alepe

Políticos e familiares se despediram, nesta terça (21), do ex-deputado pernambucano Antônio Mariano. O corpo do ex-parlamentar – que faleceu na segunda (20), aos 70 anos – foi velado no Museu Palácio Joaquim Nabuco, antiga sede do Poder Legislativo. Do local, seguirá para Afogados da Ingazeira, no Sertão do Pajeú, onde será sepultado nesta quarta (22).

Mariano ocupou uma cadeira na Alepe por quatro mandatos, entre 1987 e 2003. Foi primeiro-secretário da Casa, de 1991 até 1993, além de segundo-secretário da Mesa Diretora no período de 2001 a 2003. Entrou para a vida pública na década de 1970 como vereador em Afogados da Ingazeira, cidade da qual também foi prefeito.

Durante a Reunião Plenária, parlamentares fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Mariano. Foto: Jarbas Araújo/Alepe

O ex-deputado estava internado desde a semana passada em um hospital no Recife, após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC). Deixou esposa e quatro filhos. “Fica um legado de humildade e seriedade, de homem público que fez sempre pelo social, pelas pessoas com mais necessidade”, disse Irenilda Magalhães, irmã de Mariano, durante o velório.

Plenário – À tarde, durante a Reunião Plenária, os parlamentares fizeram um minuto de silêncio em homenagem a Antônio Mariano, a pedido do primeiro secretário da Casa, deputado Diogo Moraes (PSB). No Pequeno Expediente, o deputado José Humberto Cavalcanti (PTB) dedicou parte do discurso à trajetória política e à conduta pessoal de Mariano. “Um cidadão de bem, pai exemplar e político que marcou época”, afirmou.

Ex-deputado Antônio Mariano é velado no Museu Palácio Joaquim Nabuco
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *