Delegados estiveram em Cajazeiras – PB. Foto: Divulgação

A Associação dos Delegados de Polícia Civil (Adepdel) criticou a falta de policiais no Sertão paraibano e cobrou a reposição das perdas financeiras da categoria. A entidade começou a percorrer o estado para colher informações sobre as dificuldades locais para os servidores e para a população no que diz respeito à segurança pública.

De acordo com o presidente da entidade, Steferson Nogueira, o objetivo da coleta de dados é a elaboração de um plano de reestruturação da Polícia Civil. Segundo ele, a preocupação com o combate aos crimes patrimoniais (roubos e furtos) foi externada por vários delegados. A ideia é que se dê a mesma prioridade que foi dada ao combate aos homicídios, investindo mais  em efetivo e tecnologia.  “Os delegados contribuíram com informações para o diagnóstico da Polícia Civil apontando os principais problemas e dando sugestões para atender o maior anseio da sociedade, que é o combate aos crimes patrimoniais”, afirmou o presidente da entidade, Steferson Nogueira.

Na próxima semana a diretoria da Adepdel continuará as visitas percorrendo as delegacias de Campina Grande, Monteiro, Picui, Guarabira, Solânea e Esperança.

Steferson Nogueira disse que pretende concluir o plano de reestruturação até a primeira quinzena de junho e entregar ao governador Ricardo Coutinho e aos pretensos candidatos que disputarão o governo.

 

Portal Correio

Delegados reclamam de falta de policiais no Sertão da Paraíba
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *