Reunião Solene foi proposta pelo deputado Aluísio Lessa. Foto: Kerol Correia/Alepe

O Carnaval do Recife possui uma música própria e original, nascida nas ruas, no fim do século 19: o frevo, que atravessou gerações e detém o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, concedido pela Unesco. Por sua importância para Pernambuco, a Lei nº 11.964/2001 estabeleceu a data 9 de fevereiro como o Dia Estadual do Frevo. Na noite desta quarta (7), por iniciativa do deputado Aluísio Lessa (PSB), a Assembleia Legislativa comemorou os 111 anos do ritmo.

A Reunião Solene, a primeira realizada em 2018, foi presidida pelo deputado Tony Gel (MDB). Em discurso, Lessa destacou que o gênero, genuinamente pernambucano, surgiu nos blocos de rua e é uma mistura de ritmos como marcha, maxixe, dobrado e polca. “O frevo é oriundo de ferver, nele há efervescência, e esta cerimônia tem o propósito de exaltá-lo”, observou.

A solenidade contou com a presença de integrantes do Clube Carnavalesco Bola de Ouro, da secretária de Cultura do Recife, Leda Alves, do diretor-geral do Paço do Frevo, Eduardo Sarmento, entre outros. No evento, houve exibição de um vídeo sobre o frevo produzido pela Prefeitura do Recife.

Assembleia Legislativa celebra os 111 anos do frevo
Classificado como:            

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *