O I Prêmio DETRAN-PE de Educação foi dividido em três categorias. Foto: Divulgação

“Nós estamos gastando nessa ação inovadora algo em torno de 60 mil reais em premiação, mas quando conseguimos eliminar um único acidente de trânsito, economizamos 325 mil reais. Graças a esses projetos educativos, que estamos realizando por determinação do governador Paulo Câmara, contribuímos para o Estado economizar em 2016, 350 milhões de reais com gastos de saúde”. Com essas palavras o diretor presidente do Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco – DETRAN-PE, Charles Ribeiro, acompanhado do secretário das Cidades, Francisco Papáleo, fez a abertura do evento que anunciou os vencedores do I Prêmio DETRAN-PE de Educação para o Trânsito e do Programa Professor Amigo do Trânsito.

A ação, que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 20, no auditório do DETRAN-PE, no bairro da Iputinga, Reuniu professores, parceiros e estudantes de todas as regiões do Estado. “Investir em educação não é gastar dinheiro, é investir num futuro melhor, numa prevenção maior. Tenho certeza que o maior prêmio que vocês estão recebendo hoje é a satisfação de participar de um projeto voltado para o salvamento de vidas”, enfatizou em sua fala o secretário Papáleo.

O I Prêmio DETRAN-PE de Educação foi dividido em três categorias, sendo elas: Redação, voltada aos estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com 1.066 inscritos usando o tema “minha escolha faz a diferença no trânsito”; Prática Educativa, direcionada aos profissionais de educação das redes municipais e estadual, com 68 inscritos; E artigo Científico, destinada aos estudantes universitários e profissionais de pedagogia e licenciatura, com oito inscritos, essas duas últimas com temáticas livre sobre educação de trânsito.

Na categoria Redação foram contemplados com um smartphone cinco alunos, sendo a primeira colocada a estudante Maria Eduarda Domingos, 17 anos, da Escola de Referência em Ensino Médio – EREM Aníbal Falcão, do bairro de Tejipío, no Recife. Já entre as Práticas Educativas, que contemplou os três primeiros lugares com um kit multimídia (notebook, Datashow e tela), teve como 1º colocado o professor Glauco Ramos, da Escola Governador Eraldo Gueiros Leite, de Paulista. Na categoria Artigo Científico os três primeiros colocados receberam dois mil reais o autor e um mil o docente orientador, consagrando-se em primeiro lugar o estudante universitário Marcos Paulo Cavalcanti, da Faculdade Frassinetti do Recife – Fafire.

Compuseram ainda a mesa de abertura a coordenadora de Educação de Trânsito, Luciana Carvalho, o gerente da Escola Pública de Trânsito, Ivson Correia e o coordenador do curso de pedagogia da Fafire, José Paulino. Foram parceiros do prêmio a Secretaria Estadual de Educação, as Universidades Federal de Pernambuco – UFPE e Federal Rural de Pernambuco – UFRPE e as Faculdades Alfa, Frassinetti do Recife e Esuda.

PROGRAMA PROFESSOR AMIGO DO TRÂNSITO – PAT: O Programa consistiu na construção de uma rede de colaboração que permitiu uma ação conjunta nas escolas públicas municipais, envolvendo as secretarias de educação para a formação de várias minirredes com professores. Foram trabalhadas a temática “trânsito” nos meses de maio, junho, julho, agosto e setembro, envolvendo 62 cidades e alcançando mais de 162 mil alunos.

Divididos em três categorias, foram premiadas com cinco mil reais a professora Maria Grécia das Chagas, do município de Paulista e Cláudia Maria de Santana, de Gravatá, respectivamente nas categorias Maior resultado absoluto – Minirrede e Maior número relativo – Minirrede e com três mil reais o pedagogo e agente de trânsito, Alandreck Caetano, de Ipojuca, pelo maior resultado absoluto em ação direta com alunos.

Governo de Pernambuco premia vencedores de concursos para educação no trânsito
Classificado como:    

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *