O evento aconteceu no Centro Cultural de Petrolândia. Foto: Divulgação/Sebrae

Na última sexta-feira, 06, o Sebrae realizou o Seminário das Potencialidades da Piscicultura no Semiárido. O evento aconteceu no Centro Cultural de Petrolândia, no centro da cidade, onde empresários e a população local discutiram os aspectos da criação de peixes, segmento que vem crescendo na microrregião de Itaparica, que engloba os municípios de Belém de São Francisco, Carnaubeira da Penha, Floresta, Itacuruba, Jatobá, Petrolândia e Tacaratu. Participaram do evento instituições de fomento, pesquisa, ensino e extensão parceiras no fortalecimento dos empreendimentos da aquicultura no estado de Pernambuco.

Segmento que vem crescendo no Semiárido, a piscicultura de Petrolândia já ocupa o segundo lugar em produção no Brasil, ficando atrás apenas do município de Glória, na Bahia. O seminário, que atraiu caravanas de cidades próximas, como Serra Talhada, Jatobá e Itacuruba, discutiu as perspectivas e possibilidades de ascensão contínua da atividade, mantendo o crescimento de forma organizada e planejada.

Para o palestrante Tito Ferraz, que é supervisor de inspeção rural e gerente regional do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em Serra Talhada, a tecnologia de produção da piscicultura no sertão chegou um patamar satisfatório. “Com toda segurança, a aquicultura daqui é capaz de abastecer o mercado regional com produtos certificados”, afirmou. Ferraz aproveitou a ocasião para fazer um apelo aos parceiros envolvidos no processo de comercialização e beneficiamento, pedindo que se planejem para melhorar esta etapa, já que a atividade pode continuar a crescer nos próximos anos.

Somando o saber científico ao conhecimento do campo, do agricultor e do piscicultor, o seminário foi um momento raro e de grande importância para o fortalecimento e melhoria da cadeia produtiva na região. Uma oportunidade para a sociedade conhecer, participar, descobrir suas potencialidades. De acordo com Maria Auxiliadora, analista do Sebrae da unidade de Serra Talhada, em breve outros seminários sobre atemática dos setores produtivos serão realizados na região. “Eventos assim são muito importantes para que o empreendedor possa se atualizar e se planejar parar crescer, além de ser uma porta aberta de experiências positivas para a sociedade”, pontuou.

Sebrae realizou Seminário das Potencialidades da Piscicultura no Semiárido
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *