Na avaliação de Priscila Krause faltou prioridade da Prefeitura para a requalificação do teatro. Foto: Rinaldo Marques/Alepe

No aniversário de 102 anos do Teatro do Parque, no centro do Recife, a deputada Priscila Krause (DEM) fez um pronunciamento na Reunião Plenária da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) ressaltando a importância do equipamento e criticando seu fechamento, ocorrido há sete anos. Krause criticou, nesta quinta (24), a gestão municipal pelo descumprimento da promessa de reabertura do espaço cultural.

A parlamentar destacou a arquitetura da edificação, em estilo art nouveau, e as atividades realizadas no teatro antes de seu fechamento para reformas em 2010, que favoreciam o acesso a espetáculos e exibição de filmes a preços populares. “Infelizmente, ao longo das últimas duas décadas, o teatro não teve o incentivo necessário e, a partir de 2010, fechou suas portas”, avaliou.

A deputada registrou, ainda, que a primeira licitação para requalificação do espaço, em 2015, no valor de R$ 8,2 milhões, foi paralisada no mesmo ano. “No último dia 22 saiu o anúncio do lançamento da licitação para a segunda etapa. Como assim, se a primeira foi abandonada com menos de 15% concluída?”, questionou. Na avaliação da deputada, faltou prioridade da Prefeitura para esta ação. “Entre 2013 e 2016, foram gastos mais de R$ 260 milhões em eventos e festividades. Para preservação do patrimônio foram 19 vezes menos: R$ 12 milhões de reais”, ressaltou.

Deputada Priscila Krause cobra reabertura do Teatro do Parque, em Recife
Classificado como:                

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *