Teste para Covid-19
Foto: Danny Lawson / POOL / AFP

O secretário de Saúde de Pernambuco André Longo disse, nesta segunda-feira (30), que uma parceria entre o Estado e a Fundação Oswaldo Cruz – Instituto Aggeu Magalhães (Fiocruz PE) para a realização de testes laboratoriais deve ser anunciada nas próximas horas. Atualmente, o Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lancen PE) tem rodado uma média de 100 a 110 amostras biológicas por dia.

Com o incremento da força de trabalho da Fiocruz PE, o Estado poderá aumentar a demanda de diagnósticos. “Devemos anunciar nas próximas horas uma parceria com a Ficoruz PE para ampliar a capacidade de testagem. A expectativa é ampliar para até mil testes por dia em Pernambuco. O que seria mais do que multiplicar por dez vezes a testagem ao término desta semana (em relação à semana passada). Se tudo se concretizar, a gente vai conseguir testar mais ao longo dessa semana”, adiantou Longo.

Segundo ele, remessa de testes rápidos que deveria ser enviada pelo Ministério da Saúde aos estados nesta semana foi suspensa, pois os exames passarão por análises de eficácia antes de serem utilizados em larga escala. Pernambuco segue tentando a aquisição de testes rápidos junto ao Consórcio do Nordeste. Essa compra, no entanto, exige uma análise criteriosa dos produtos à disposição no mercado.

“Se esses produtos não tiverem uma sensibilidade mínima comprovada, poderão ser um fator mais de confusão do que de ajuda ao sistema médico. Acho que é por isso também que o Ministério da Saúde está tendo esse cuidado antes de distribuir. Se eu tenho um teste que não é de confiança e ele dá um falso negativo, ele gera confusão, porque dá uma falsa sensação de permissibilidade para quem testou negativo”, explicou o gestor.

A partir do momento em que tiver a capacidade de testagem aumentada, Pernambuco deverá priorizar os profissionais da saúde. “Se tudo se concretizar, dentro das contratações que estamos fazendo, a partir de amanhã começa (a testagem dos profissionais de saúde). Fechamos um protocolo junto com o Ministério da Saúde paz disponibilizar a testagem não só para os serviços públicos, mas também os hospitais privados, a fim de garantir maior tranquilidade para desempenharem suas atividades. E também, para aqueles que apresentarem sintomas, garantirmos que sua volta se dê com a confiança necessária.”

Enquanto ainda não há a capacidade para testagem em massa da população, as autoridades seguem enfatizando que aqueles que apresentarem sintomas de gripes deverão fazer isolamento por ao menos 14 dias. “Só vá para unidade de saúde se tiver complicação. Falta de ar, dor torácica ou febre que se prolongue por três dias mesmo com uso de antitérmico. Mas, se está com sinais leves, se isole em nome da solidariedade necessária”, enfatizou o secretário estadual.

Pernambuco tem, até esta segunda-feira (30), 77 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, incluindo um paciente no arquipélago de Fernando de Noronha. São seis mortes já registradas em decorrência da Covid-19 e 13 pacientes curados.

Fonte: Folha PE

Pernambuco vai aumentar a capacidade de testes para Covid-19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *